c

c
Imagens: Sicalis flaveola (Canário-da-terra)/Cláudio Gontijo/Lassance-MG

quarta-feira, 14 de agosto de 2013

Flores

Flores que pintam,
perfumam a lida,
em morte e vida.
Brancas, vermelhas  amarelas,
de todas as singelas
primaveras e aquarelas.




Flores que denunciam amores,
despertam louvores,
alicerçam fervores,
favores.
Clamores.
Removem pavores,
dispersam rancores,
Odores.
Aliviam dores.
Cores.





Imagem: Cláudio J Gontijo/Sete Lagoas-MG



5 comentários:

Lúcia Chenque disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Lúcia Chenque disse...

Lindo poema. Foi você quem escreveu?

Claudio J Gontijo disse...

Sim, Lúcia, a escrita é minha. Felicidade em sua jornada.

Maria Lúcia de Almeida disse...

Parabéns, Claudio, pela iniciativa. Gostei muito do site, adorei o poema. Conte comigo para sua divulgação. Abraços.

Claudio J Gontijo disse...

Obrigado Maria Lúcia.

Que você tenha, sempre, muita paz e alegria.

Abraços.