c

c
Imagens: Sicalis flaveola (Canário-da-terra)/Cláudio Gontijo/Lassance-MG

quinta-feira, 26 de setembro de 2013

Véu Negro




Quando o véu negro cai sobre o nosso olhar,
e nem sabemos,
se vamos experimentar a chuva,
ou ter a grama sob nossos pés,
ou se poderemos continuar,
iremos rir de nós mesmos,
da jornada confusa,
difusa,
quando parecemos pequeninos,
meninos,
no meio do caminho.









E então,
saberemos da sede,
que nem notamos,
e que carregamos,
quando vivemos,
abraçamos,
tocamos.

Respiramos.
Ávidos,
na busca que construímos,
sem bússola

sem fim,
pela  vasta,
bela,

existência,
assim.







Texto e imagens: Cláudio J Gontijo

5 comentários:

Simone Felic disse...

Este mundão que Deus fez,só ele pra nos guiar,
sem saber se haverá amanhã.

http://eueminhasplantinhas.blogspot.com.br/

Lucinha disse...

Claudio,

Vim agradecer a sua amável visita e comentário lá no meu jardim. Eu estava de férias, e por isso demorei pra retribuir.
Logo ao chegar aqui, fiquei encantada com esses pássaros. Sou apaixonada por eles, e não perco oportunidade para fotografar também.
E, além disso, que texto lindo e gostoso de ler.
Um lindo dia! Abraço.

Amapola disse...

Boa tarde, querido amigo Cláudio.

Que bom, ver seu belo blog novamente...
Tudo lindo, como sempre.

Tenha um abençoado fim de semana.

Beijos.

Claudio J Gontijo disse...

Um grande abraço, Amapola. Agradeço-lhe, sinceramente.

Claudio J Gontijo disse...

Uma jornada linda e abençoada para você também Lucinha. Muito Obrigado.