c

c
Imagens: Sicalis flaveola (Canário-da-terra)/Cláudio Gontijo/Lassance-MG

quarta-feira, 21 de agosto de 2013

O Suiriri e o Bezerro

O Suiriri-cavaleiro (Machetornis richosa) possui um apelido sugestivo; muitos o chamam de Bem-te-vi-do-gado. Talvez seja pelo seu hábito de caminhar nas áreas de pastagens, bem próximo aos bovinos. Na verdade quase colados às suas patas. Eles andam de um lado para outro sem incomodar os bezerros ou vacas. O que eles desejam ali não é a vegetação ingerida pelos mamíferos. Se observarmos em uma oportunidade, vamos notar que alguns tipos de insetos voam, saindo da vegetação rasteira, quando o rebanho movimenta seus pesados membros. Aí os caminhantes vão entrar em ação. Seu objetivo, então, será capturar o maior número de insetos para o jantar.


O Suiriri-cavaleiro e o bezerro. Imagem: Cláudio J Gontijo/Lassance-MG



Mas o que realmente ocorre entre o Suiriri e o bezerro, como o da imagem? Durante o período evolutivo os ancestrais destes pássaros adaptaram-se ao fato de que poderiam contar com a ajuda de outros animais de espécies diferentes da sua, para a busca do alimento. Esta informação genética foi sendo repassada a outras gerações através da seleção natural. Os exemplares que retinham o aprendizado poderiam sobreviver, os outros eram eliminados pela lei da adequação ao ecossistema.


Uma imagem mais clara do Suiriri-cavaleiro. Cláudio J Gontijo/Sete Lagoas-MG




Enquanto disputamos o espaço nas ruas, nos locais de trabalho, nos supermercados, muitas vezes de forma brusca e até grosseira, esta ave e o mamífero o fazem de forma harmônica. Intuitivamente ambos respeitam os hábitos um do outro. Não há ataques, não há obsessão pelo espaço, não é um jogo; é vida plena. É um exemplo da natureza. O exemplo do Suiriri e do bezerro.

Nenhum comentário: