c

c
Imagens: Sicalis flaveola (Canário-da-terra)/Cláudio Gontijo/Lassance-MG

sexta-feira, 20 de maio de 2016

Passarinhando

Mário Quintana, poeta nascido no Rio Grande do Sul, escrevia versos mágicos que encantavam pela extrema espontaneidade e leveza. Embora genial, nunca fez parte da Academia Brasileira de Letras. Após uma terceira indicação, sem sucesso, ele, de forma bem humorada e sarcástica, escreveu ao final da década de 70.

Poeminho do Contra

"Todos esses que aí estão 
atravancando meu caminho,
Eles passarão...
Eu passarinho".

Imagem: Cláudio Gontijo

Postar um comentário