c

c
Imagens: Sicalis flaveola (Canário-da-terra)/Cláudio Gontijo/Lassance-MG

quarta-feira, 19 de março de 2014

Rolinha Fogo-apagou

O canto emitido repetidas vezes é característico das zonas rurais. Geralmente estes pássaros vivem aos pares ou em grupos pequenos. Quando soltam a cantoria peculiar (algo parecido como "fogo-pagôo") quase sempre não estão visíveis, escondem-se atrás de arbustos ou na folhagem das árvores. Por isso é comum o som se espalhar pelas áreas próximas às casas, sem identificarmos a sua origem exata.




As penas "escamadas" e a sua cor permitem camuflagem quase perfeita. Imagem: Cláudio Gontijo/Margem do Rio das Velhas/Lassance-MG




A Rolinha Fogo-apagou (Columbina squamata) também é conhecida como rolinha-carijó ou rolinha-pedrês, entre outros nomes típicos de determinadas regiões. Apresenta penas de coloração parda, bege e marrom clara, dispostas como escamas pelo pequeno corpo; daí a denominação da espécie como squamata. Habitam áreas mistas; nem totalmente abertas, nem fechadas, próximas da margem das matas ciliares, capoeiras, cerrados, pomares. Alimentam-se principalmente de sementes e pequenos frutos que encontram no chão.




                                         Vídeo: Rafael Santos



O período de reprodução desta espécie relaciona-se às condições do clima e à quantidade de alimento disponível, ocorrendo várias vezes durante o ano. O casal constrói um ninho em formato de uma tigela, entrelaçado por capim, palha e graveto. A fêmea realiza a postura de um ou dois ovos, que serão chocados pelo casal em período aproximado de duas semanas. Após a eclosão dos ovos, os filhotes terão condições de sair do ninho em mais 15 dias.

No Brasil é encontrada nas regiões Nordeste, Centro-Oeste e Sudeste.


Postar um comentário