c

c
Imagens: Sicalis flaveola (Canário-da-terra)/Cláudio Gontijo/Lassance-MG

quinta-feira, 27 de fevereiro de 2014

Arapaçu-do-cerrado

É comum vê-lo escalar um tronco de árvore, revolvendo a casca à procura de larvas e insetos. Após atingir certa altura ele dá um salto voa novamente para baixo e volta a escalar o mesmo tronco ou outros diferentes. O Arapaçu-do-cerrado (Lipidocolaptes angustirostris) possui um bico comprido e ligeiramente curvo. É com ele que pode capturar lagartas, formigas, aranhas e, até mesmo, pequenos anfíbios; quase sempre entre as cascas das árvores.




O Arapaçu escala um tronco à procura de alimento. Imagem: Cláudio Gontijo/Lassance-MG





Durante o verão esta espécie procura buracos em troncos ocos. No seu interior o casal fará seu ninho, revestido de folhas e pequenos gravetos. Dois ovos são depositados e eclodem em cerca de duas semanas. Os filhotes poderão voar, abandonando o ninho em mais três semanas.

O Arapaçu habita várias regiões do Brasil (Nordeste, Centro e Sul), Bolívia, Uruguai, Paraguai; sempre deixando à mostra seu curioso hábito de contornar os troncos, escondendo-se quando é avistado. Ele pode ser, juntamente com outras aves (galinhas, por exemplo), um importante predador de escorpiões, contribuindo para o controle destas populações de aracnídeos em áreas abertas do cerrado e da caatinga.
Postar um comentário